euzg2020 eu2020

Uma cidade aonde se gosta de vir

Com padrões que atendem às necessidades dos moradores da cidade, mas que ao mesmo tempo são adaptados a turistas e parceiros de negócios, Zagreb é um oásis da Europa Central para todos aqueles que desejam viver confortavelmente, investir com sabedoria, mas também para aqueles que desejam examinar a sua rica história e descobrir inúmeras histórias e as experiências que oferece.

A excepcional hospitalidade dos cidadãos, a rica oferta cultural e turística são o motivo para declarar a cidade de Zagreb o melhor destino do Advento na Europa por três anos consecutivos (2016, 2017 e 2018). Além da mais bela experiência do Advento, a magia da cidade pode ser vivida ao longo do ano; nos verdes parques e lagos de Zagreb, nas encostas arborizadas da Medvednica, nas fontes e nos monumentos, nos becos de flores, nas praças, nas ruas e na exploração de todos os cantos misteriosos da cidade que conquistarão o coração de todos.

A cidade de Zagreb é uma das cidades com mais sensibilidade ​​social da República da Croácia, proporcionando aos seus cidadãos segurança e um melhor padrão de vida através de várias medidas sociais e de atendimento a pessoas com deficiência, aposentados, crianças e família, estudantes, com apoio activo para programas e projectos sociais e humanitários de associações.

Zagreb também é a sede do Parlamento Croata, do Presidente da República da Croácia e do Governo da República da Croácia.
 
Organização da cidade
A cidade de Zagreb executa tarefas dentro do escopo autônomo da cidade e do condado, e também é responsável pelos assuntos da administração estadual do escopo do cartório da administração estadual, que são executados pelos órgãos administrativos da cidade de Zagreb.  

Órgãos da cidade de Zagreb:

Assembléia da cidade como órgão representativo.

A Assembléia Municipal da cidade de Zagreb é um órgão representativo de cidadãos que actua no âmbito da competência autónoma da cidade de Zagreb e executa outras tarefas de acordo com a lei e o Estatuto da cidade de Zagreb. Os vereadores são eleitos pelos cidadãos em eleições diretas.

Presidente da câmara municipal como órgão executivo 

O presidente da Câmara Municipal da cidade de Zagreb apresenta e representa a cidade de Zagreb e é titular dos assuntos executivos da cidade de Zagreb. O presidente da Câmara Municipal e os seus dois substitutos são eleitos pelos cidadãos em eleições diretas. Baseado na decisão sobre a organização e o escopo dos órgãos de administração da cidade, foram estabelecidos 24 escritórios municipais, um instituto municipal e dois serviços especializados.

O autogoverno local da cidade de Zagreb consiste em 17 bairros e 218 comités locais, através dos quais os cidadãos, através dos seus representantes eleitos directamente nos seus concelhos, participam na tomada de decisões sobre assuntos que afetam a sua vida cotidiana e trabalho nas comunidades locais. Os comités dos bairros estão activamente envolvidas na administração da cidade desde 2001 e, desde então, têm contribuído cada vez mais para atender às necessidades comunitárias e outras necessidades comuns dos cidadãos em toda a cidade, especialmente com melhor planeamento e implementação de pequenas ações comunitárias. Desde 2009, os comités locais também deram uma contribuição significativa para essas atividades.
 
População / medidas demográficas
O objetivo fundamental da cidade de Zagreb é proporcionar uma vida segura e de qualidade para os seus cidadãos, especialmente para jovens, famílias, aposentados e a população socialmente vulnerável. Nos últimos anos, Zagreb registou um crescimento demográfico constante, impulsionado por medidas demográficas estimulantes.

A cidade de Zagreb é um centro multicultural da República da Croácia, no qual tradicionalmente residem pessoas de diferentes características étnicas, culturais e religiosas e que de uma maneira especial e insubstituível contribuem para a riqueza e diversidade dos aspectos económicos, políticos, culturais e outros da vida em Zagreb. 

A cidade de Zagreb protege, melhora e promove os direitos humanos, a proteção social e a participação dos cidadãos na vida cotidiana. Assim, alguns dos objetivos são: melhorar a igualdade de género na vida pública e na família, combater a discriminação racial e outras, proteger os direitos das minorias sexuais, raciais, nacionais, religiosas e outras, bem como promover os seus direitos e liberdades. Ao mesmo tempo, são encorajados o desenvolvimento da sociedade civil e o direito à liberdade de associação de diferentes atores que promovem as necessidades e os interesses de determinados grupos de cidadãos da comunidade local.